Mensagens de Deus

SERtão de Deus

Mensagens de Vida

Poesia Cristã

Compartilhe em suas redes sociais :
icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp


DO LABIRINTO AO CAMINHO


Conheci o glamour da mocidade,
Exalei o perfume juvenil;
Como jovem e tenro sonhador,
Vi que a porta do mundo se abriu.

Tinha pressa em conquistar estrelas,
Mas ao vê-las nas mãos logo as soltava;
Procurava por flores perfumosas
E às vezes a espinhos me apegava.

Caçador contumaz de fantasia,
Nessa via não via o que pensava;
Desejava alegria, mas tristeza
Ao final era o que me importunava.

De empecilhos tornou-se essa corrida,
De subida, descida e labirinto;
No final, jamais encontrava o pódio,
Mas, no espelho, o semblante de um faminto.

Como a luta era lá no interior,
Logo o riso do falso amanhecer
Florescia pra toda uma plateia
Na utopia de ser sem nunca ser.

Quando a sorte, cansada de si mesma,
Regurgitava a ébria poesia,
O abismo do poço sorvedouro
Para o fundo da lama me sorvia.

Senti na alma a dor da indigência,
Pedi clemência a Deus por tanto mal,
Porque o fardo do pecado me pisava
E anulava-me a força pessoal.

Lá do ventre do inferno, Deus me ouviu,
Meu gemido chegou-Lhe ao Seu ouvido;
Seu amor me salvou, me transformou
E no sangue de Cristo eu fui remido.

Abdias Campos

“E disse: Na minha angústia, clamei ao SENHOR, e ele me respondeu; do ventre do inferno gritei, e tu ouviste a minha voz” (Jonas 2.2 ARC).

“Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora” (João 6.37 ARA).




DO LABIRINTO AO CAMINHO