Mensagens de Deus

SERtão de Deus

Mensagens de Vida

Mensagem de Poder

Compartilhe em suas redes sociais :
icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp


REMORSO OU ARREPENDIMENTO?


“Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento” (Mateus 3.8 ARC).
 
Essa é a ordem do Senhor Jesus para todos. Produzir “frutos dignos de arrependimento”. Que arrependimento? Arrependimento dos pecados, e não remorso. Há diferença entre remorso e arrependimento. Às vezes a pessoa diz que se arrependeu; no entanto, ela teve remorso; até pediu perdão, mas foi um pedido gerencial, protocolar, da boca para fora.
 
O remorso não produz frutos de arrependimento, porque é passageiro e se dá na mente, segundo o mundo, não segundo Deus. É apenas uma dor momentânea na consciência pelo pecado cometido.
 
Já o arrependimento se dá no espírito, e por isso leva o homem à completa execução do perdão. Faz com que ele passe por todo o processo de germinação dos frutos do arrependimento: dor intensa na alma e no espírito por ter feito o mal, sentimento de indignidade, reconhecimento da monstruosidade do pecado, rejeição completa ao ato cometido, quebrantamento, decisão de pagar o preço da reconciliação e o cumprimento de todas as etapas, vencendo-as uma a uma.
 
Quando o coração contrito humilha-se, é levado pela Palavra à divisão da alma e do espírito, onde se separa o que é de Deus e o que é do homem natural. Isso faz com que ele mergulhe em profunda tristeza por ter pecado e o faz tomar decisões encarecidas, para alcançar a verdadeira liberdade, o perdão de todo o mal que cometeu. “A tristeza segundo Deus não produz remorso, mas sim um arrependimento que leva à salvação, e a tristeza segundo o mundo produz morte” (2Coríntios 7.10 NVI).
 
Logo, a tristeza segundo o remorso faz o homem desculpar-se a si mesmo, utilizando-se de qualquer argumento, como: “Deixa pra lá, já foi!” Entretanto, o pecado continua nele, gerando morte espiritual, que é a separação de Deus. “Então esse desejo, tendo concebido, dá à luz o pecado, e o pecado, após ter se consumado, gera a morte”(Tiago 1.15 NVI).
 
Entretanto, o Senhor Jesus, em Sua infinita misericórdia, veio pagar por todos os pecados do homem. Basta que o pecador apresente os frutos do arrependimento e receba uma vida lavada e remida pelo sangue da cruz do Calvário, derramado por Cristo em favor da humanidade.
 
“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2Crônicas 7.14 ARC).
 
Portanto, terra convertida é terra sarada, é vida curada, é alma limpa, é espírito recriado, é novo ser. Tudo novo. Maravilhoso, maravilhoso!
 
Na alegria do Senhor, que é a nossa força,
Abdias Campos, servo do Deus vivo
 



REMORSO OU ARREPENDIMENTO?