Mensagens de Deus

SERtão de Deus

Mensagens de Vida

Mensagem de Poder

Compartilhe em suas redes sociais :
icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp


O OPERAR DE DEUS NÃO MUDOU


João Batista enviou dois dos seus discípulos para perguntarem a Jesus se Ele era o que havia de vir ou se deveriam esperar outro (Lucas 7.19). Jesus respondeu com demonstração de poder e com palavras. “E, na mesma hora, curou muitos de enfermidades, e males, e espíritos maus; e deu vista a muitos cegos. Respondendo, então, Jesus, disse-lhes: Ide e anunciai a João o que tendes visto e ouvido: os cegos veem, os coxos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam e aos pobres anuncia-se o evangelho. E bem-aventurado aquele que em mim se não escandalizar” (Lucas 7.21-23 | ARC). A obra do Senhor Jesus não mudou. Ela se realiza conforme os Seus ensinamentos. O evangelho do Senhor é esse. Não há outra narrativa bíblica para os tempos atuais. Não há outro fazer senão o que vimos o Senhor fazer.

A obra do Jesus Cristo não para, não se estabelece num lugar imóvel; ela anda, percorre espaços, vai ao coração dos homens em todos os lugares e opera no corpo e no espírito. Façamos assim a obra do Senhor Jesus, porque assim Ele a fez e assim nos ensina a fazê-la.

“E aconteceu, depois disso, que andava de cidade em cidade e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do Reino de Deus; e os doze iam com ele, e também algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; e Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com suas fazendas” (Lucas 8.1-3 | ARC).

O Senhor Jesus “andava de cidade em cidade e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do Reino de Deus”. Os doze apóstolos iam com Ele, aprendendo com Ele para fazerem como Ele fez, e assim foi. Valeu para eles, vale para nós. O Senhor Jesus não deixou outro modelo para as gerações vindouras.

Além dos apóstolos, algumas mulheres que O serviam com os seus bens também seguiam a Jesus Cristo. O texto cita nominalmente três: Madalena, Joana e Suzana; porém, eram muitas. Por que elas serviam a Jesus? Porque tiveram um encontro com Aquele que cura, que liberta e que salva e não deixaram sem significado esse encontro. Os apóstolos O seguiam, “e também algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; e Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com suas fazendas”.

Essas mulheres, “curadas de espíritos malignos e de enfermidades”, testemunharam na prática o encontro com Cristo, servindo-O segundo o seu chamado. O elo de gratidão e de reconhecimento as uniu a Jesus, coisa que não ocorreu com aqueles nove leprosos dos dez que foram curados, e apenas um voltou glorificando a Deus, caindo aos pés do Senhor, dando-Lhe graças (Lucas 17.11-19). Agradeça ao Senhor por todo o bem que Ele lhe fez, e ainda lhe fará mais. O OPERAR DE DEUS NÃO MUDOU. Aquele que tem um encontro com o Senhor no minuto seguinte já tem muito a agradecer-Lhe. O Deus de maravilhas quer fazer maravilhas em sua vida. Amém.

Na alegria do Senhor, que é a nossa força,
Abdias Campos, servo do Deus vivo




O OPERAR DE DEUS NÃO MUDOU