Mensagens de Deus

SERtão de Deus

Mensagens de Vida

Mensagem de Poder

icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp


NÃO RETIRE OS OLHOS DO SENHOR!


Pedro caminhou sobre as águas, olhando para o Senhor Jesus; quando desviou seu olhar, sentiu o vento e temeu – lá se ia o apóstolo afundando, até que o Senhor o socorreu. A Palavra de Deus nos ensina para não pôr coisa má diante dos nossos olhos (Salmo 101.3 ARC). A coisa má contamina, estraga, enfraquece e leva à queda.

“Quanto a mim, os meus pés quase que se desviaram; pouco faltou para que escorregassem os meus passos. Pois eu tinha inveja dos soberbos, ao ver a prosperidade dos ímpios” (Salmo 73.2-3 ARC).

O Espírito Santo, por intermédio do salmista Asafe no Salmo 73, mostra que o homem pode escorregar e afundar, ao desviar sua atenção do Altar. Asafe começou a observar os ricos, orgulhosos, pecadores, cheios de pompas, gozando das melhores coisas deste mundo, pintando e bordando, prosperando, e nada acontecendo de ruim com eles.

Asafe questionou a sua própria fidelidade, que se dava com tantas lutas, ao ver os ímpios usufruindo do bom e do melhor e sempre de bem com a vida. “Pois eu tinha inveja dos soberbos, ao ver a prosperidade dos ímpios” (Salmo 73.3b ARC).

Que perigo! Misericórdia, Senhor! Como estamos suscetíveis a cair quando retiramos os olhos da Palavra, quando olhamos para a coisa má! “Eis que estes são ímpios; e, todavia, estão sempre em segurança, e se lhes aumentam as riquezas” (Salmo 73.12 ARC), pensava o salmista, ao contemplar a vida dos maus.

Invejar o pecador, desejar ser como ele – que caminho horrível poderá tomar o cristão! Cuidado, meu irmão, para não olhar e desejar a vida do ímpio, almejar ser como ele, querer ter o que ele tem, viver como ele vive!

“Quando pensava em compreender isto, fiquei sobremodo perturbado; até que entrei no santuário de Deus; então, entendi eu o fim deles” (Salmo 73.16-17 ARC).

Oh, glória! Aqui está o grande ensinamento para que o cristão não escorregue e caia na tentação de observar o ímpio e invejá-lo; antes, ENTRE NO SANTUÁRIO e Deus lhe fará entender o fim deles.

Ao entrar no SANTUÁRIO, na presença de Deus, o Senhor mostrou para Asafe que os ímpios estão postos em lugares escorregadios, lançados em destruição. Então, ele entendeu e refletiu: Como são destruídos de repente, completamente tomados de pavor! São como um sonho que se vai quando acordamos; quando te levantares, Senhor, tu os farás desaparecer” (Salmo 73.19-20 NVI).

Depois de entrar no SANTUÁRIO, agora com os olhos no Senhor, Asafe cai na realidade espiritual que não se mostra aos olhos da carne, e sim ao espírito quebrantado na presença do Senhor: “Porventura, não sabes tu que desde a antiguidade, desde que o homem foi posto sobre a terra, o júbilo dos ímpios é breve, e a alegria dos hipócritas, apenas de um momento?” (Jó 20.4-5 ARC).

Portanto, nunca tenha, em momento algum, desejo de ser como o pecador ou tê-lo como exemplo, pois ele anda na escuridão. Não desvie a sua atenção, por um segundo sequer, da Palavra de Deus.

“Pois eis que os que se alongam de ti perecerão; tu tens destruído todos aqueles que, apostatando, se desviam de ti. Mas, para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no Senhor Deus, para anunciar todas as tuas obras” (Salmo 73.27-28 ARC).

Oh, glória! Olhemos tão somente para o Autor e Consumador da nossa fé, o SENHOR JESUS. Vivamos a alegria e a felicidade de esperar pela Sua volta, conservando-nos na obediência à Palavra. Amém!

Na alegria do Senhor, que é a nossa força,
Abdias Campos, servo do Deus vivo




NÃO RETIRE OS OLHOS DO SENHOR!