Mensagens de Deus

SERtão de Deus

Mensagens de Vida

Mensagem de Poder

Compartilhe em suas redes sociais :
icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp


ESTÁ FORA DE SI


O Senhor Jesus iniciara o ministério dEle aqui na terra ensinando, curando, libertando e salvando, o mesmo serviço que Ele nos ordenou fazer, em Marcos 16.15-18. Nesse período o Senhor estava ordenando o Seu ministério para cumprir todas as etapas para as quais veio até a consumação da obra entre nós.

“E aconteceu que, naqueles dias, subiu ao monte a orar e passou a noite em oração a Deus” (Lucas 6.12 | ARC). E, quando já era dia, o Senhor Jesus chamou a Si os Seus discípulos e escolheu os doze apóstolos (Lucas 6.13).

Algo interessante aconteceu no meio desse movimento divino de Jesus e está no seguinte versículo: “E, quando os seus parentes ouviram isso, saíram para o prender, porque diziam: Está fora de si” (Marcos 3.21 | ARC).

Quando o Espírito Santo me chamou a atenção para o final do versículo, eu sorri, maravilhado, porque os Seus parentes queriam prendê-lO, dizendo: “Está fora de si”. E nesse caso não tem outra coisa a pensar senão: “Está fora de si”.

Jesus levava uma vida normal, sem pecado, evidentemente. Não se detalha na Bíblia o período anterior de Jesus, embora saibamos que, como Filho de Deus e Salvador da humanidade, desde Sua entrada na terra o Seu mover era divino. Entretanto, Ele cresceu como homem entre nós, foi carpinteiro até os 30 anos de idade. De repente, chegou a hora de iniciar o MINISTÉRIO que o Pai Lhe confiou realizar na terra; daí, tudo muda radicalmente. É até compreensível que a família de Jesus, que ainda não O conhecia como Senhor, quisesse parar esse comportamento tão estranho do seu familiar, diferente da obra que era feita por Suas mãos habilidosas de carpinteiro.

Queriam prender Jesus e o diagnóstico é significativo: “ESTÁ FORA DE SI”. Que coisa maravilhosa é estar fora de si nesse contexto! Nada, nada pode se confrontar a esse tão grande momento, a essa completa transformação de vida, e sabe por quê? Porque literalmente não há elemento que indique razão para que se possa analisar tamanha mudança. É como se comparássemos sorvete com caminhão, caneta com alface, marmeleiro com navio. São comparações sem nexo, sem eixo de ligação e, portanto, algo que leva quem ainda não viveu essa experiência a raciocinar: “Está fora de si”. Estou a pensar na família de Jesus e noutras famílias dos que hoje saem para fazerem a mesma obra que Ele fez e nos ordenou fazê-la.

Não há coisa melhor do que mudar para dentro do Reino; não há como comparar. Por isso, com grande alegria, todos aqueles que passam por tal transmutação recebem em si as marcas de Cristo para fazer a obra que Ele mandou fazer, em busca dos que ainda não foram alcançados por tão grandiosa graça.

“Eu, de muito boa vontade, gastarei e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado” (2Coríntios 12.15 | ARC). Essa última parte do versículo (“seja menos amado”) não tem importância alguma para os que já passaram por tal mudança, pois não buscamos o amor dos pecadores; buscamos a eles, a serviço do Senhor para a Sua glória e louvor. Amém e amém. Aleluia!

Na alegria do Senhor, que é a nossa força,
Abdias Campos, servo do Deus vivo




ESTÁ FORA DE SI