Mensagens de Deus

SERtão de Deus

Mensagens de Vida

Mensagem de Poder

icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp


BÊNÇÃOS NO LUGAR DE AÇOITES


“E o servo que soube a vontade do seu senhor e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites” (Lucas 12.47 ARC).

Agimos contra nós mesmos quando ouvimos a Palavra de Deus e não cremos para obedecer. Muito o Senhor Jesus nos ensina nesse versículo 47 de Lucas 12.

A primeira coisa que o Senhor nos deixa claro logo no início do versículo é que, enquanto ouvimos a pregação da Palavra ou lemos a Bíblia Sagrada, cuidadosos em aprender do Senhor, estamos tomando ciência da Sua vontade, e isso é muito sério. “E o servo que soube a vontade do seu senhor...” É sério porque, uma vez sabendo da vontade dEle, recai sobre nós a responsabilidade de obedecer.

A segunda coisa é a necessidade que temos, ao tomarmos conhecimento da vontade do Senhor, de nos aprontar para executá-la. “E o servo que soube a vontade do seu senhor e não se aprontou...” Não podemos fazer apressadamente e nem deixar de fazer; entretanto, devemos nos aprontar primeiro no Senhor. Aprontar-se é se dispor a deixar pronto, preparado.

Para tal, devemos entender o que diz a Palavra acerca do assunto que o Senhor Jesus está tratando conosco, o qual se torna Sua vontade para nossa vida. Por exemplo: que tipo de comportamento devemos ter; qual deve ser nossa postura diante dos problemas confiados a nós para resolver, no Seu santo nome; como deve ser nossa reação diante de uma afronta, uma injustiça sofrida; a quem, onde e como devemos sacrificar e oferecer nossa oferta de amor.

A terceira coisa é que não podemos fazer do nosso jeito, por vontade própria. “E o servo que soube a vontade do seu senhor e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade...” Ora, não fez conforme a Sua vontade porque não se aprontou. Pelo contrário, apressou-se em fazer de qualquer maneira. Não é dessa jeito. Temos que separar um tempo, um modo certo inspirado pelo Espírito Santo para nos consagrarmos e fazermos a obra, estritamente conforme a vontade do Senhor; do contrário, vem os açoites. E saímos perguntando a Deus: Por que isso, por que isso?

Não é que Deus viva com um chicote na mão, procurando a quem vacilou para castigá-lo. Entretanto, ao sairmos do muro de proteção divina (da Palavra), entramos no território sombrio do inimigo (a desobediência), e nesse território infernal sofremos, pois o diabo é mau. A desobediência nos separa de Deus, porque nos separa da Sua orientação e, ao mesmo tempo, do caminho que Ele nos aponta e nos faz conhecer por Sua vontade.

Então, está tudo acabado? Não. Agora é que começou a ficar bom. Tomando conhecimento primeiramente da Sua vontade, devemos cumprir o rito da obediência, aprontando-nos nEle para fazermos conforme o Seu querer. Nisso, estaremos no lugar da bênção e não dos açoites. A desobediência passada é anulada, desfeita, exterminada por completo, através do reconhecimento de que erramos e do arrependimento para o perdão, deixando-a por completo.

Agora é só observar com cuidado os ensinamentos do Senhor, pois a Sua vontade nos é dada a conhecer pela Palavra, para que, praticando o que Ele nos faz saber, possamos receber o galardão de filhos obedientes e, ao invés de açoites, BÊNÇÃOS!

Na alegria do Senhor, que é a nossa força,
Abdias Campos, servo do Deus vivo




BÊNÇÃOS NO LUGAR DE AÇOITES